Jornal dos Farmacêuticos

Em 1942, procedeu-se à alteração do nome do Jornal do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos para Jornal dos Farmacêuticos. O principal objetivo desta alteração foi, conforme descrito no editorial do primeiro número, “por assim ficar melhor vincada a sua personalidade, isto é, por assim haver uma mais íntima ligação entre o Farmacêutico e o seu órgão de imprensa”. Neste mesmo primeiro número reproduziu-se o artigo, que há mais de um século atrás, serviria para a nota de abertura do Jornal da Sociedade Farmacêutica Lusitana [1]. 

Bibliografia

[1] – Silva, A.C. Correia da (1998). Farmácia: História e Profissão. Colectânea de Estudos e Ensaios. Lisboa: Ed. Ordem dos Farmacêuticos.